Com bala no pulmão, menino atingido por policial do DF deve passar por nova cirurgia

Projétil está alojado no pulmão e representa risco à vida do menino. Ele foi atingido em 6 de janeiro, quando o agente atirou contra o carro da família em rodovia do Entorno.

O menino baleado por um policial civil do Distrito Federal no início de janeiro vai passar pela segunda cirurgia na tarde desta segunda-feira (7). De acordo com a mãe, os médicos optaram pela cirurgia porque a bala está alojada no pulmão, região de risco à vida. Ele já tinha sido submetido a uma cirurgia no tórax, em 7 de janeiro.

Pelos riscos cirúrgicos, até a semana passada, os médicos não haviam dado início ao procedimento e acompanhavam a evolução do estado de saúde do menino.

Luis Guilherme, de 6 anos, ficou internado por 23 dias e deixou o hospital Santa Helena, na Asa Norte, no dia 29 de janeiro. No dia seguinte, os sintomas levaram a família de volta ao hospital.

“A felicidade não durou nem 24 horas”, disse a mãe ao G1. Quando percebeu o abatimento da criança, ela ligou para as médicas que o acompanham. “Elas mandaram ele voltar imediatamente”, afirmou.

Resgate do menino baleado por policial civil em briga de trânsito (Foto: TV Globo/Reprodução)

Compartilhe

Copyright © Guia de Ceilândia - O Guia comercial de Ceilândia