Corpo encontrado em 2012 no DF é de jovem de 17 anos que fugiu, diz polícia

Cadáver foi achado boiando no Lago Paranoá perto da Ponte JK, há 4 anos.
Adolescente saiu de casa sem avisar à família, diz inquérito da Polícia Civil.

A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou, nesta semana, a identidade de um cadáver que encontrado há quase quatro anos boiando no Lago Paranoá, perto da Ponte JK. Segundo a corporação, o corpo é de um adolescente de 17 anos (à época), que tinha fugido de casa dias antes.

O corpo foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros no dia 31 de agosto de 2012, após 20 minutos de buscas na orla do Lago Paranoá. A investigação ficou a cargo da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

Ao longo de quatro anos, a Polícia Civil pesquisou todos os casos de desaparecimento que tinham sido registrados oficialmente no DF, antes e depois do aparecimento do corpo. A identidade foi confirmada após exames de DNA.
Segundo a polícia, o jovem de 17 anos tinha fugido de casa quatro dias antes, em 27 de agosto, sem deixar carta ou indicação de destino. De acordo com familiares, ele sofria de depressão.

A corporação informou ao G1 que a causa da morte foi confirmada como afogamento, já que o corpo não tinha sinais de violência. O inquérito será levado à Justiça, que pode decidir pelo arquivamento do caso.

Compartilhe

Copyright © Guia de Ceilândia - O Guia comercial de Ceilândia