Justiça condena shopping a pagar R$ 15 mil por agressão contra panfleteiro

Homem levou socos e pontapés de seguranças; o shopping vai recorrer da decisão

Publicação: 18/02/2013 10:32 Atualização: 18/02/2013 10:34

O shopping Conjunto Nacional vai ter que pagar uma indenização de R$ 15 mil por danos morais a Adenilson da Silva Carvalho, que realizava panfletagem próximo ao estabelecimento, de acordo com sentença do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT). Seguranças do shopping são acusados de agredir Adenilson.Adenilson alegou que foi abordado por dois funcionários que ordenaram que ele parasse de panfletar e se retirarasse do local. Ele afirmou que parou de panfletar, mas não se retirou do local “por se tratar de área pública”.

Segundo Adenilson, uma equipe de oito seguranças começou a agredí-lo com socos e pontapés, e o manteve preso por cerca de uma hora em uma sala reservada na garagem do shopping, local onde a agressão continuou. Na época, Adenilson chegou a registrar ocorrência policial e a fazer o exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).

A defesa do Conjunto Nacional afirmou que teria alertado para que “Adenilson parasse a distribuição dos panfletos. No entanto, ele continuou, incentivado pelos vendedores ambulantes”. A defesa ainda disse que “o local se tornou um barril de pólvora, decorrente do tumulto provocado por Adenilson, e que os funcionários do foram chamados para “preservar a segurança dos frequentadores do shopping”.

Para o juiz que analisou o caso, Adenilson “demonstrou suficientemente que foi agredido pelos seguranças do shopping”. O Conjunto Nacional afirmou que vai recorrer da decisão.

Compartilhe

Copyright © Guia de Ceilândia - O Guia comercial de Ceilândia